Dentista pode fazer ação social?

Não só pode, como deve!

Certamente o profissional da odontologia se pergunta como em sua profissão pode fazer algo pela sociedade e agregar mais valor à sua carreira profissional.

No passado, muitas empresas entraram na “onda” de participar de ações sociais pelo principal motivo: incentivo do desconto em impostos. Com o tempo, os empresários começaram a perceber que também era uma importante ferramenta de marketing aliar o nome de sua empresa à alguma ONG e assim obter vantagens comerciais.

Com a tecnologia, situações de abandono, maus tratos, discriminação, violência e outros acontecimentos, começaram a ser divulgadas através das câmeras de celulares, e o resultado foi catastrófico para a imagem de algumas empresas, muitas vezes gerando grande prejuízo e uma fenda irrecuperável na imagem.

Frequentemente um profissional se enxerga menor do que realmente é diante de tantas causas e problemas no mundo, mas a cada ação que se toma em benefício do meio em que se está inserido, se começa a entender que pequenas ações se expandem quando somam-se a mais pessoas e atitudes, e isso certamente será refletido no resultado financeiro.

Abaixo tópicos importantes a serem analisados antes de decidir em qual projeto poderá engajar e vincular o nome do profissional:

– Verificar o foco e o ambiente em que se transita;

– Conhecer as ONGs e instituições semelhantes da região, através de visitas, conversas com diretores, percebendo quais são as necessidades do local e a imagem nas redes sociais, pois a partir do momento em que se liga o nome profissional a uma entidade, se correlaciona a essa;

– Investigar quais projetos e eventos acontecem, verificando qual se adequa à realidade do profissional, os valores e o público. Essa sintonia trará maior engajamento por parte da sociedade, e assim, certamente se obterão resultados positivos em todas as áreas, inclusive aumentando a receita;

– Verificar como ocorrem os patrocínios, permutas e campanhas. Muitas vezes não é necessário investir recursos financeiros, mas sim oferecer serviços e informações do seu nicho para a sociedade. No caso dos profissionais dentistas podem ser oferecidas informações básicas sobre saúde bucal, avaliação da condição dos dentes e outras ações que devem ser sempre condizentes com a realidade e orçamento.

Para as ONGs todo tipo de auxílio é bem-vindo, propiciando a oportunidade do engajamento do profissional dentista, seus colaboradores e pacientes, gerando maior valor agregado à sociedade.

Isso é um legado!

Compartilhe

CONFIRME SEU E-MAIL NEWSLETTER

* indicates required